yabatur

yabatur

terça-feira, 13 de março de 2012

Karynna Spinelli dá início a sua turnê nacional - A Voz do Samba Pernambucano!

Karynna Spinelli, cantora, compositora, apresentadora, presidente do Clube do Samba de Recife,mãe, filha, mulher e pernambucana é uma das grandes representantes do samba na atualidade. Em 2012, Karynna deu inicio a turnê nacional, começando pelo Rio de Janeiro, passando por São Paulo e na terça, 20 de Março a sambista lança seu cd “Morro de Samba” em Salvador. 
O show que leva o nome do seu primeiro trabalho MORRO DE SAMBA acontecerá terça-feira, 20 de Março, no Cabaré dos Novos - Teatro Vila Velha, à 20h. No repertório músicas autorais, de sambistas pernambucanos e de alguns parceiros cariocas como Leandro Fregonesi e Selma do Samba, durante o show Karynna também faz homenagem ao rei do Baião Luiz Gonzaga cantando "Assum Preto". O show terá a participação da cantora e compositora baiana Sandra Simões. 

O CD Morro de Samba de Karynna Spinelli é banhado por arranjos percussivos que contracenam com a presença marcante de violas e violões somados aos Ilús, Djembês, Agogôs e Congas, fazendo de sua audição um passeio a nossa cultura afro, misturando rítmos encantados em composições próprias, de sambistas do eixo Rio-Recife-SP (Noel Rosa, Rafa Barreto,Jorge Simas, Selma do Samba, Paulo Perdigão e Rui Ribeiro) e dos artistas pernambucanos Zeh Rocha, Yuri Queiroga e Rivaldo Pessoa . 
Com recursos próprios e apoio da iniciativa privada, o Cd Morro de Samba foi gravado no Fábrica Estúdios (Março 2010) com a produção musical do percussionista Lucas dos Prazeres e da própria cantora.
No CD Morro de Samba Karynna Spinelli conta com a participação da “Mesa de Samba Autoral de Pernambuco” na música que da título ao trabalho “Morro de Samba”, De Vitor Araújo na Música “Valsa Prá Klara Lua” e do Arabiando na música ” Segure Meu Coração”. 
O Cd contou ainda com a participação de músicos do Grupo Terra, do Violinista Ricardo Herz, do Violonista Jorge Simas e do Maestro Marco César. Mauricio Spinelli faz a direção artística e Juan Guimarães a fotografia e concepção visual. Karynna Spinelli é acompanhada e arranjada pelos músicos Daniel Coimbra, Rubem França, Pepê, Lucas dos Prazeres, que junto com ela assinam a direção do trabalho e ainda pelos percussionistas Juca Júnior e Amedo. 
Este trabalho pretende despertar em ouvintes e expectadores o sincretismo religioso, a peculiaridade e a riqueza de um samba diferente e nascente nos ares do Nordeste materializado num trabalho que soma riqueza de repertório alinhada á cadente e marcante voz da cantora.
SERVIÇO:
Karynna Spinelli em Morro do Samba
Data: 20.03, terça- feira
Horário: 20h
Local: Cabaré dos Novos - Teatro Vila Velha ( Av. Sete de Setembro, s/n - Passeio
Público - Campo Grande - Salvador - Bahia - Brasil -             71 3083-4600      ).
Ingresso em domicílio: 40,00 ( inteira) e 20,00 ( meia) - Yabatur Cultural; 71 9141-0487 begin_of_the_skype_highlighting            71 9141-0487      end_of_the_skype_highlighting

segunda-feira, 12 de março de 2012

Nos dias 24 e 25 de março, na Sala Principal do Teatro Castro Alves, o público baiano vai conferir o talento do renomado ator Chico Diaz em A Lua Vem Da Ásia




Ir ao teatro se tornou uma experiência muito prazerosa nos últimos finais de semana. É quase como um ritual: tomar banho, colocar uma roupa legal, passar um perfume não muito doce, apagar as luzes, caminhar lentamente rumo ao desconhecido e se entregar a catarse por alguns minutos. Ultimamente tenho tentado assistir peças sem ler nada sobre, a expectativa me deixa mais eufórico para o que me espera. A peça deste final de semana tem um título meio estranho: A Lua vem da Ásia. Abdiquei de todas minhas primeiras impressões e mal sabia o que me espera…
O belissímo texto é uma adaptação de um livro homônimo de Campos de Carvalho, publicado originalmente em 1956. É o diário de um homem que se chama Astrogildo – mas já foi Adilson, Heitor, Ruy Barbo – e está hospedado em um hotel de luxo que, talvez seja um campo de concentração ou um manicômio. A loucura é o tema central deste romance, cujo protagonista inicia o relato confessando que, aos 16 anos, matou seu professor de lógica e foi viver sob uma ponte do Sena… embora nunca tenha estado em Paris.
A primeira parte do texto é mais política e nos coloca dentro deste hotel onde nosso protagonista se encontra encerrado (ou jogado, ou preso, ou exilado) e é onde estão as frases mais belas de Campos de Carvalho, como a indagação por saber em qual momento a noite é mais escura ou porque a loucura é a doença de quem diz a verdade.
Na segunda parte Astrogildo consegur fugir (ou não) e enfileirando recordações (ou alucinações?) de suas passagens por Melbourne, Varsóvia, Cochabamba, Cuzco, Madagascar, Nova York, Cidade do México e, claro, Paris, Astrogildo torna-se o narrador de um mundo governado pela lei do absurdo, mas que parece assustadoramente semelhante à nossa normalidade cotidiana.


Moacir Chaves consegue tirar de Chico Diaz uma disponibilidade cênica que deixa muito ator iniciante com inveja. Chico pula, dança, corre, pula, gira, grita, pula, nada, deita e deixa a platéia cansada. Mas seu grande mérito está em se apoderar de mais de 95 mil palavras e dizê-las como se fosse uma criança contanto aos pais sobre sua traquinagem no colégio. Chico é de uma sutileza e uma fé cênica que em determinados momentos da vontade de levar seu personagem para um pique-nique tamanha é a verdade que sai de seus olhinhos que tem muito a dizer.
Renato Machado é quem assina a iluminação do espetáculo, e talvez seja uma das mais belas interações que se vê hoje no Rio de Janeiro entre iluminação, cena, figurino e cenografia. As luzes criadas por ele transmitem ao mesmo tempo o interior do personagem e delimita o espaço, como o momento em que é narrado sobre o banho de sol dos prisioneiros (ou doentes, ou fugitivos) e as luzes são mais fortes do lado de fora do “quarto” do protagonista ou o momento em que ele tem uma alucinação e é envolto por uma luz vermelha que pulsa como seu sangue.
Acredito muito na força do teatro que mexe com nossas crenças e nos faz repensar qual seria nosso papel na sociedade hoje. E esses questionamentos não precisam vir revestidos de palavras bonitas ou teorias sociológicas do século XIX (que me perdoe Marx e Engels, nada contra!), é fundamental que se toque o receptor e remexa e remoa algo que pulsa lá dentro.
Obrigado Chico, Moacir e Campos de Carvalho, o trabalho de vocês merecem ser visto pelas multidões que lutam conta o regime de Kadaf, pelas novas gerações que vivem sob a ótica da esperança nos morros cariocas e também pelos que já se fecham em seus mundos particulares e não acreditam no outro (esses sim, merecem ser remoídos).
Fonte básica: http://www.outracoisa.com.br/2011/08/27/a-lua-vem-da-asia-critica/

Serviço

A Lua vem da Ásia, adaptação do livro homônimo de Campos de Carvalho por Chico Diaz. Direção Moacir Chaves. Com Chico Diaz.
Local: Teatro Castro Alves - Salvador da Bahia - Sala Principal
Telefone para ingressos em domicílio:             (71) 9141-0487 begin_of_the_skype_highlighting            (71) 9141-0487      end_of_the_skype_highlighting      end_of_the_skype_highlighting ou 3017-7663
Horário:  21 horas, sábado e 20 horas, domingo 
Bilheteria: Terça a sexta, das 12h às 20h e sábado, domingo e feriado, duas horas antes do espetáculo
Ingressos: R$ 30,00 (inteira)*
Classificação: 14 anos
Duração: 80 minutos
Temporada: Dias 24 e 25 de março de 2012
*valores sujeitos a conveniência e taxa de entrega de acordo com a localidade

Charter Paris - Exclusividade Bahiatravel/Yabatur


SAÍDAS DE SALVADOR TODAS AS TERÇAS
Viagens entre 10/01 à 03/04/2012
PARIS
Hotel
SINGLE
DUPL
TRIPLO
KYRIAD BERCY
1229
999
N/A
NOVOTEL PARIS EST
1430
1093
1078
NOVOTEL PARIS CHARETON
1766
1230
N/A
TIMHOTEL GADE DU NORD
1333
1013
1077
• Passagem aérea Salvador/Paris/Salvador voando XL Airways * www.xlairways.fr
• 05 noites de hospedagem no hotel escolhido com café da manhã, incluíndo early check-in na quarta-feira
ADICIONAIS NÃO-INCLUSOS:
· Seguro de viagem:
28
· Traslado Aeroporto/hotel/aeroporto:
94
• A vista; ou
• Entrada + saldo em até 06X nos cartões: Visa / Mastercad / Amex 
• Entrada + saldo em até 03X nos cartões: Hipercard e Dinners
• Entrada + saldo em até 03X via cheques pré-datados
• Preços por pessoa em Euros. Valores não incluem taxas de embarque;• Horários: SSA/CDG às 13:15hs de terça, chegando às 04:10hs de quarta // CDG/SSA às 23:15hs de segunda, chegando às 09:30hs de terça;
• Equipamento: Boeing 737-800;
• Este voo faz uma escala curta de 1 hora em Ilha do Sal (Cabo Verde), para abastecimento;
• Direito à uma mala com 20kg por pessoa;
• Valores e condições de pagamento sujeitos à alterações sem prévio aviso;
• Preços adulto = criança , por tratar-se de vôo charter;
CONSULTE PACOTES P/ CARNAVAL & PÁSCOA .
• Preços calculados 22/12/11.
Acréscimos:Para saída em 07/02, € 160 em SGL e € 180 por pessoa em DBL 
Para saída em 06/03, 13/03, 20/03 e 27/03, € 32 em SGL e € 38 por pessoa em DBL

domingo, 11 de março de 2012

Show "ROGER WATERS" em SP! 31/03 e 01/04/2012


• A vista; 
• Entrada de 30% e o saldo em até 06 X sem juros no cartão Amex, Visa e Master; 
• Entrada de 30% e o saldo em até 03 X sem juros nos cartões Diners e Hipercard; 
• Entrada de 30% e o saldo em até 03 X sem juros nos cheques pré-datados (sujeito a aprovação pela financeira).
• Preços por pessoa. 
• Preços e condições sujeitos à alterações sem prévio aviso; 
• Preços calculados 27/12/2011.

sexta-feira, 9 de março de 2012

Dois shows da cantora Madonna marcados para os dias 4 e 5 de dezembro de 2012 em São Paulo - Brasil

"Dois shows da cantora Madonna marcados para os dias 4 e 5 de dezembro ameaçam o clássico entre São Paulo e Corinthians, na última rodada do Campeonato Brasileiro de 2012, programado para o dia 2. Os dois eventos foram planejados para o mesmo palco, o estádio do Morumbi. O jogo pode definir o campeão nacional, vagas na Taça Libertadores da América ou rebaixamento.
A CBF divulgou a tabela do torneio nesta quinta-feira. E o São Paulo diz que é impossível os dois eventos acontecerem em um espaço tão curto de tempo, já que o show precisa de uma estrutura que demora para ser montada.
Cartolas tricolores já começaram as conversas para mudar a data do show ou o local do jogo. Mas ainda não há uma definição de qual alternativa seria a mais adequada.
“Tudo vai depender da situação em que estivermos no campeonato”, afirmou o vice-presidente social do clube, Roberto Natel, que também é o responsável pelos eventos no Morumbi. “Vou torcer para que sejamos campeões com algumas rodadas de antecedência para que o jogo não seja tão decisivo”, completou.
O contrato para receber Madonna foi assinado há um mês. Oficialmente, o clube não fala no nome da cantora porque prefere que o anúncio dos shows seja feito pelos organizadores, a empresa Time For Fun.
O dirigente afirma ter certeza de que o problema vai ser resolvido com facilidade, já que considera a Time For Fun uma empresa “muito parceira”. Mas prevê que uma decisão só seja tomada no segundo semestre.
“É preciso ver o que é melhor para todas as partes. Assim que decidirem começar a vender ingressos para o show, já temos que ter definido essa questão.”
Ao marcar clássicos para a última rodada do Brasileiro, a CBF pretende evitar acusações e suspeitas de “entrega” ou facilitação de resultado por equipes sem mais pretensões na tabela. A medida já foi implementada, com sucesso, no ano passado."